Aumentando a produtividade nas atividades escolares com o Google Drive

Este texto vai te dar dicas valiosíssimas de como utilizar o Google Drive para realizar suas atividades escolares com rapidez e segurança


Imagem de um computador sobre a mesa, acessando o Google Drive

Está cansado de perder tempo copiando arquivos entre dispositivos de gravação para compartilhá-los com outros colegas? Perdeu a quantidade de quantos pen-drives perdeu ou pararam de funcionar? Este texto vai te dar dicas valiosíssimas de como utilizar o Google Drive para realizar suas atividades escolares com rapidez e segurança.

Foi-se o tempo em que nossos arquivos para serem compartilhados tinham que ser gravados em CDs, DVDs ou pen-drives. Hoje podemos criá-los, editá-los, gravá-los e compartilhá-los diretamente em discos virtuais, ou nas nuvens, como são mais conhecidos. O Google Drive, um dos discos virtuais mais populares atualmente, é uma ótima ferramenta para professores e alunos aumentarem sua produtividade nas atividades escolares com segurança e eficiência. Podemos acessar nossos arquivos em qualquer lugar e não corremos o risco de perdê-los. Veja abaixo algumas dicas preciosíssimas para extrair o máximo da ferramenta e, depois de lê-las, você verá que seu pen-drive está ‘pra’ lá de obsoleto:

1- Criação de Documentos

No canto esquerdo superior da tela, no botão Novo, você encontrará opções para criar documentos de texto, planilhas eletrônicas, apresentações e desenhos. Gravados no drive virtual automaticamente, os aplicativos virtuais do Google Drive possuem recursos similares ao já conhecido pacote Office da Microsoft e podem ser baixados para o computador, salvos em formatos como o PDF (Portable Document Format) e acessados por qualquer outro dispositivo conectado à internet em qualquer lugar do mundo.

2- Edição de documentos

Outra grande vantagem dos arquivos gerados no Google drive é que eles podem se editados conjuntamente, bastando apenas compartilhá-lo on-line. Imagine que você precisa elaborar uma planilha ou realizar um trabalho escolar em grupo, mas não pode se reunir pessoalmente com os outros integrantes. O restante do grupo pode iniciar o arquivo e você pode posteriormente, à distância, realizar suas edições e também realizar o projeto Just-in-time, ou seja, junto com eles.

3- Compartilhamento de documentos

Algumas vantagens do compartilhamento de documentos, como vimos anteriormente, é que o Google Drive proporciona um sistema colaborativo de atividade, ou seja, todos podem contribuir mesmo à distância para a elaboração de um documento, no momento que for mais adequado. Além disso, esses arquivos podem ser compartilhados de outras maneiras, como para um email de uma determinada pessoa ou até para um grupo de email, e você decide quem vai visualizar ou até editar seu arquivo, bastando apenas definir o tipo de compartilhamento. Além disso, os arquivos podem ser compartilhados em redes sociais como Facebook e Twitter.

4- Outros recursos

Além das diversas vantagens descritas acima, o Google Drive possui outros aplicativos como agenda, editor de imagem, criação de formulários e outros apps que podem ser baixados diretamente no drive. Basta especificar a categoria desejada que aparece uma infinidade de novos apps que podem complementar suas atividades diretamente nas nuvens, e tudo gratuitamente.

E aí, já aposentou seu pen-drive?


Sérgio Campelo

Sérgio Campelo

Professor, Pedagogo, formado em Letras com Especialização em Comunicação pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo. Com 20 anos de experiência no planejamento e docência de cursos de capacitação para o mercado profissional, atualmente é professor na rede privada de ensino. Cursou 'Game Design: Art and Concepts' no California Institute of the Arts (CalArts) e gerencia a Gamecubo, espaço de oficinas e cursos, reflexão e debates sobre práticas inovadoras na área de ensino-aprendizagem.

Ver artigos

Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter