Como planejar a formação de professores alinhadas à BNCC

Oferecer a formação de professores alinhadas à BNCC é um desafio para grande parte das escolas. Veja dicas de como executar essa tarefa.


Mulher de cabelo curtos com um sorriso palestrando para outras pessoas em uma sala.

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) deve ser implementadas em todas as escolas públicas e particulares já em 2020. Dessa forma, é essencial que as instituições busquem formas de investir na formação de professores alinhadas à BNCC, o que é um desafio, pois o documento é bastante complexo e propõe diversas mudanças para o cenário da educação brasileira.

Neste post, vamos mostrar como os gestores educacionais podem organizar e planejar as ações de formação continuada para os professores, de acordo com as novas diretrizes de ensino. Acompanhe!

Entenda como planejar a formação de professores alinhadas à BNCC

Esse será um grande desafio para as escolas, principalmente porque as diretrizes já entram em vigor em 2020. Por isso, as instituições não devem perder tempo e colocar os planos em ação. Vamos a algumas dicas de como realizar essa tarefa.

Estude as diretrizes do documento

Como já citamos no início deste post, o documento que dita as diretrizes para a educação básica é bastante complexo. Então, para saber como oferecer uma formação continuada para professores que se adeque às exigências da BNCC, é preciso conhecer a fundo todas as normas do documento.

Atualize o projeto político-pedagógico

O projeto político-pedagógico (PPP) deve ser atualizado para atender às novas diretrizes propostas pela BNCC. Essa não será uma tarefa das mais fácies, pois revisar o documento vai dar bastante trabalho para a equipe pedagógica. Por isso, talvez seja viável que os responsáveis por este trabalho façam cursos específicos.

Para atualizar o PPP de acordo com as diretrizes da BNCC, é preciso identificar quais são as competências a serem desenvolvidas, considerando a atuação que a escola já tem nesses campos de desenvolvimento. Falando em miúdos: é preciso fazer um diagnóstico das práticas pedagógicas e do aprendizado dos alunos.

Reveja no currículo questões como respeito à igualdade e a diversidade cultural

Essas questões são incentivadas nas diretrizes da BNCC. Por isso, a escola deve planejar e rever o currículo segundo a experiência e local da escola. Além disso, os professores devem ficar conscientes em relação a esse quesito para implementar esse tipo de cultura dentro de sala de aula.

Convide os professores para compartilharem suas opiniões

As diretrizes da BNCC estão deixando todos ansiosos e, por isso, antes de decidir qual tipo de formação os professores vão receber, convide o corpo docente para todos falarem sobre o tema. Pergunte para eles se todos já estão bem informados sobre as novas normas, o que acham, o que esperam das mudanças e peça sugestões de como a escola pode oferecer conteúdo adequado às diretrizes da Base.

Procure cursos específicos

Falar em formação de professores alinhadas à BNCC parece complexo, mas tudo ainda é muito novo. Por isso, a escola deve investir em cursos que capacitem o corpo docente dentro das normas previstas no documento. Dessa forma, tanto escola quanto profissionais saem ganhando.

Invista em cursos voltados para a área tecnológica

A cultura digital é uma das competências previstas nas novas diretrizes do ensino básico. Mas grande parte dos professores não tem a capacitação necessária para oferecer aos alunos uma formação tecnológica condizente com as novas diretrizes da educação.

Então, a formação de professores alinhada à BNCC deve ser feita incluindo cursos de computação, programação, edição de vídeos e imagens, entre outros softwares que podem ser bastante úteis para o ensino e aprendizagem dos alunos.

O melhor de tudo é que esses cursos também podem ser feitos online, o que poupa o tempo do professor de ter que frequentar uma escola.

Organize palestras, cursos in house ou workshops

Separe alguns dias no calendário — que não interferem nas outras atividades escolares dos professores — para organizar eventos que proporcionem conhecimentos essenciais para a formação continuada de cada um deles.

Nesse caso, o ideal é separar os eventos por disciplina, ou seja, um dia você organiza uma palestra para falar sobre como usar a tecnologia nas aulas de Ciências, outra para falar de como usar a tecnologia nas aulas de Matemática e assim por diante.

Como você viu, planejar a formação de professores alinhada à BNCC não é uma tarefa tão difícil, mas é preciso ter foco, já que o objetivo é capacitar os professores para que eles promovam o ensino de acordo com as novas diretrizes da educação.

Então, a sua rede de ensino já está planejando a formação de professores alinhada à BNCC? Como está essa fase? Conte para nós deixando seu comentário!


Portal Planneta Educação

Portal Planneta Educação

Ver artigos

Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter
AVISO DE COOKIES
Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, para permitir o funcionamento adequado deste site, bem como cookies de personalização, análise, publicidade e criação de perfis com base nos hábitos de navegação do usuário. Mais detalhes podem ser acessados em nossa Política de Privacidade.
Continue navegando para aceitar os cookies.
CONTINUAR