14 Ótimas Dicas de Alfabetização para os Pais

Conheça 14 dicas incríveis para ajudar os pais a contribuir no processo de alfabetização de seus filhos, mesmo estando em casa!


14 Ótimas Dicas de Alfabetização para os Pais

A alfabetização é um processo que tem início ainda na primeira infância. Ou seja, não só a escola, mas também tudo o que os pais ensinam faz parte do processo de ensino-aprendizagem da criança, pois a criança vivencia diversas situações de leitura e escrita no seu cotidiano.

Não se trata de ensinar formalmente a criança a ler e escrever (essa função não cabe aos pais, mas sim ao professor), mas sim fazer com que a criança tenha contato com a leitura, a escrita, as frases, os números e suas quantidades em seu ambiente de convivência, com simples ações. Por exemplo: Deixar recadinhos espalhados pela casa, pelo papai/mamãe; elaborar receitas de culinária juntos; lerem juntos as regras dos jogos etc.

É importante que a família, desde muito cedo, chame a criança para participar de algumas ações, de forma que ela tenha contato com a língua escrita e torne o seu local de convívio em um ambiente alfabetizador, proporcionando à criança autonomia nesse processo de aprendizagem. Por isso, as dicas de alfabetização abaixo podem fazer parte da rotina das famílias para auxiliar a criança em seu aprendizado, em especial quando estão em casa!

 

Dicas de alfabetização para os pais praticarem com as crianças

1 - Momento da leitura

Ter todos os dias o momento da leitura com a criança (utilizando livros infantis, revistas, gibis) para que ela tenha contato com as letras, palavras, pausa entre as palavras, rimas, frases etc. é um passo muito importante para o processo de alfabetização.

Ao ouvir histórias, a criança acaba percebendo a necessidade da pausa entre as palavras, a relação entre o som da fala e a letra, consegue diferenciar o que é texto do que é desenho, o que é letra do que é número, começa a notar que as palavras são escritas separadamente, formando frases. O momento da leitura pode ser ainda mais prazeroso se a criança puder imaginar a história antes de ouvi-la.

Desta forma, apresente um livro que ela ainda não conhece, mostre a capa, leia o título e leia a primeira página, então peça para que a criança continue a história, seja desenhando, escrevendo ou falando.

2 - Final diferente

Primeiramente, junto com a criança, escolha uma história, de preferência alguma história conhecida e leia com ela, mas ao invés de ler o final que ela já conhece, proponha que a própria criança crie um final diferente. Para estimular a criança, você pode perguntar se ela gostou do final da história original e se gostaria de mudar algum personagem. Após despertar a curiosidade da criança, peça que ela escreva ou desenhe o que mudaria no final e depois mostre o final para todos os integrantes da casa.

3 - Viveram felizes para sempre

Para esta atividade, escolha uma história não muito grande e se revezem na leitura (a família toda pode participar). Depois, diga “Ah, mas não acabou! Tudo parecia resolvido quando…” e deixe que as crianças inventem um novo final.

4 - Crossover

Se for possível, recorte personagens de diferente histórias infantis que a criança já identifica e coloque-os em um saquinho ou caixa e em seguida, chame a família para participar. Tire um personagem e comece a contar a história, mas em seguida tire outro personagem e peça para seu filho continuar a história, aproveitando o que ele já sabe sobre o personagem e tentando cruzar a história com o primeiro personagem. Nesta atividade, a preocupação não deve ser a linearidade da história, mas sim o estímulo da criatividade da criança.

5 - Alfabeto

Para as crianças que ainda não identificam as letras do alfabeto, apresente a música Suco Gelado (ou outra música com alfabeto) para a criança, lendo o alfabeto. Em seguida, escreva-o em uma folha e peça para a criança copiar as letras.

6 - Caça às rimas

Mostrar um objeto para a criança (panela, por exemplo) e pedir para ela encontrar pela casa objetos cujos nomes rimem.

7 - Cozinha compartilhada

Elaborar uma receita com as crianças (seguindo exatamente a estrutura do gênero textual receita) e aproveitar este momento para apresentar as medidas para os pequenos. Este momento é muito divertido e lúdico para a criançada. Durante a receita de um bolo, por exemplo, vá perguntando para a criança: “Vamos ver o que ainda falta colocar? Ah, ainda faltam duas xícaras de leite, está escrito aqui!”. Deixe que a criança coloque a mão na massa também e se divirta!

Descubra como as crianças podem ajudar a fazer uma Salada de Frutas ou Biscoitinhos de amido de milho nos nossos vídeos do canal Planneta Educação!

8 – Sequência

Espalhar números pela casa, pedir que a criança anote, ordene e escreva de onde tirou cada um deles.

9 – Quantidades

Fazer a relação de utensílios da casa: quantidade de copos, panelas, garfos, facas, colheres, pratos, o que tem a mais ou a menos.

10 - Leitura com a palavra na testa

Recorte uma folha de papel em tiras e escreva uma palavra em cada um. Cole a palavra na testa da criança (pode ser com durex). Ela precisa adivinhar qual é a palavra que está escrita apenas fazendo perguntas. Registre a palavra ao descobrir qual é. Caso a criança ainda não saiba escrever, ela pode representar a palavra em desenho.

11 - Construção de palavras

Sugerir que a criança recorte letras de revistas antigas e com elas construa palavras que já conhece.

12 - Lista de palavras

Elabore listas com palavras que fazem parte do cotidiano da criança, por exemplo: doces, frutas, animais. Apresente a lista para a criança, dê dica sobre qual é o tema da lista e peça para que ela leia as palavras.

Neste momento, você pode fazer perguntas que guiem as crianças. Por exemplo: “Quais palavras de frutas você acha que está escrito aí? Conhece algumas dessas palavras? Veja que tem 3 palavras que iniciam com a letra M, mas o restante das letras é diferente.” A palavra que a criança conseguir ler sozinha, marque com um lápis e peça para ela reescrever numa folha a parte.

Atenção: É importante que seja uma lista para cada tema, ou seja, na lista de frutas, que tenha apenas nomes de frutas, para que a criança sempre saiba sobre qual tema será a leitura.

13 – Leitura

Apresente para a criança textos curtos que ela já conheça, leia com a criança indicando com o dedo onde está lendo e depois peça que ela também indique e circule no texto pelo menos umas três palavras que você ditar.

Comece pelos versos populares ou parlendas que, na nossa cultura, passam de pai para filho. Por exemplo: “Hoje é domingo, pé de cachimbo...“, “A galinha do vizinho, bota ovo amarelinho...”, “Batatinha quando nasce espalha a rama pelo chão...”.

São textos curtos que acabamos decorando. Dessa maneira fica mais fácil para a criança compreender e relacionar a fala e a escrita.

14 - Leitura dos rótulos

Nos momentos em que a família está reunida, se alimentando ou fazendo as refeições, é interessante aproveitar as embalagens dos alimentos disponíveis neste momento para ler junto com o seu filho.

Para um melhor aprendizado, é necessário que a criança tenha uma rotina de estudos em casa, um momento voltado diretamente para o aprendizado. Portanto, estabeleça um horário, de preferência fixo (que esteja de acordo com a rotina da família em casa) e não deixe os eletrônicos ligados, como: TV, celular, vídeo game etc. Evite distrações.

Gostou das nossas dicas? Continue no Portal Planneta Educação e descubra outros conteúdos educativos que podem te ajudar!

Aproveite e baixe gratuitamente o nosso eBook Como melhorar a comunicação entre família e escola!


 Camilla Caroline de Brito Silva

Camilla Caroline de Brito Silva

Formada em pedagogia e atualmente é pós-graduanda em metodologias ativas. Atua como coordenadora pedagógica de projeto de educação em tempo integral, já atuou como professora de alfabetização no programa mais educação, agente educacional, fazendo acompanhamento pedagógico de alunos do ensino fundamental I e instrutora técnica de jogos de linguagem e jogos e raciocínio lógico. Eterna professora e estudante e mãe do Gustavo, de 5 anos, que está iniciando a alfabetização.

Ver artigos

Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter
AVISO DE COOKIES
Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, para permitir o funcionamento adequado deste site, bem como cookies de personalização, análise, publicidade e criação de perfis com base nos hábitos de navegação do usuário. Mais detalhes podem ser acessados em nossa Política de Privacidade.
Continue navegando para aceitar os cookies.
CONTINUAR