Dicas para realizar a avaliação formativa a distância

Com a adoção de aulas remotas, a avaliação formativa pode ser a melhor opção. Veja como fazer isso a distância.


Dicas para realizar a avaliação formativa a distância

Como avaliar os estudantes durante o ensino híbrido? Com a adoção de aulas virtuais e pouco ou nenhum contato presencial entre professores e alunos, isso parece ter ficado mais difícil. Afinal, aplicar as velhas e tradicionais provas escritas acabam sendo insuficientes para saber o quanto o estudante evoluiu e aproveitou o estudo remoto. Por isso, a avaliação formativa acaba sendo a melhor opção.

Por meio dela, é possível identificar as dificuldades que o aluno possa estar tendo durante o período de adaptação, bem como se ele conseguiu se adaptar ao novo modelo de ensino. Conheça a avaliação formativa e veja dicas de como aplicá-la enquanto está ministrando aulas a distância.

O que é avaliação formativa?

As provas tradicionais são focadas na reprodução do conteúdo abordado em aula. Assim, não permitem que os alunos se expressem ou deem um feedback real sobre o aproveitamento, ou não, das aulas remotas.

Por outro lado, a avaliação formativa se baseia em diferentes métodos de análise, que permitem medir o processo de ensino e aprendizagem com mais profundidade. Ele oferece um protagonismo ao estudante e dá a ele o papel de coautor no desenvolvimento da aprendizagem.

Para isso, dá ao discente também um papel de autoavaliação. Além disso, prevê uma troca maior entre professores e estudantes, visto que os estudantes dão feedbacks sobre a didática usada e os docentes sobre o desenvolvimento dos alunos.

Como usar a avaliação formativa no ensino a distância?

A avaliação formativa costuma adotar vários métodos, que permitam analisar a aprendizagem. Dentre eles, a realização de:

  • seminários;
  • autoavaliação;
  • trabalhos em grupos, entre outros.

Veja algumas dicas de como aplicar a avaliação formativa no ensino remoto e avaliar os alunos como um todo, aproveitando os feedbacks dados por eles.

Verificações simples no início da aula

Uma maneira eficiente de entender se o conteúdo virtual está sendo bem aproveitado e se as aulas on-line estão surtindo o efeito desejado é fazer uma verificação rápida. Para isso, o professor pode usar os famosos e divertidos emojis.

Antes de dar início ao conteúdo do dia, pergunte para a turma se todo mundo entendeu bem o que foi abordado sobre o tema da aula anterior. Por exemplo: “Todos se recordam e entenderam como funciona a digestão, como vimos na aula passada?”.

Peça para que os discentes apenas enviem um comentário com positivo, caso tenham absorvido o conteúdo. Por exemplo, se não gostaram, que coloquem uma carinha triste. Se ficaram com dúvidas, uma carinha pensativa. Esse procedimento é simples, rápido e pode ajudar o professor a saber se a forma de ensinar está sendo eficiente. Ao mesmo tempo, servirá como método avaliativo.

De 0 a 10

Outra maneira de fazer uma avaliação rápida no início da aula é fazer uma pergunta sobre o conteúdo abordado anteriormente. Depois disso, peça para que os alunos classifiquem, de 0 a 10, o quanto entenderam desse conteúdo. Eles podem responder isso pelo chat, enquanto assistem à aula.

Comentários sobre o dia

Uma dica prática de realizar a avaliação formativa é por meio de pequenos comentários diários. O professor pode abrir um arquivo no Google Docs para cada aluno e numerá-lo de acordo com as datas das aulas.

Depois disso, peça para que os alunos escrevam, assim que a aula acabar, o que acharam do conteúdo. Eles podem classificar como fácil, médio ou difícil. Também pode pedir, por exemplo, para que eles citem três coisas que aprenderam na aula. Isso ajudará a avaliar o quão eficiente foi o ensino e o quão profundo é o conhecimento do estudante sobre o conteúdo abordado.

Vídeos curtos

Se a turma tem acesso fácil a um celular com câmera, o professor pode pedir para que, ao final de cada mês, eles gravem um vídeo curtinho. No conteúdo, devem elencar o que aprenderam de mais importante nas últimas aulas.

Imagens

As fotografias também podem ser úteis na avaliação de aprendizagem. Para isso, o docente pode pedir para que o aluno encontre e envie três imagens que tenham relação com a aula do dia e expliquem o porquê. Também é possível solicitar para que eles mesmos façam as fotos, quando for possível encontrar os itens em casa.

Dependendo do caso, montar mapas mentais ou até maquetes para compartilhar com os demais pode ser interessante. Isso ajuda a compreender como a pessoa absorveu o conteúdo. Tudo dependerá do tema e do acesso que os estudantes têm a materiais.

Não se esqueça de que isso precisará ser arquivado pelo professor, para que ele mostre para a escola como a avaliação formativa está sendo feita. Veja dicas de como proceder.


Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter
AVISO DE COOKIES
Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, para permitir o funcionamento adequado deste site, bem como cookies de personalização, análise, publicidade e criação de perfis com base nos hábitos de navegação do usuário. Mais detalhes podem ser acessados em nossa Política de Privacidade.
Continue navegando para aceitar os cookies.
CONTINUAR