27 perguntas para fazer aos seus alunos

Fazer as perguntas certas pode ajudar os alunos a desenvolverem diversas habilidades. Veja exemplos.


27 perguntas para fazer aos seus alunos

Existem perguntas certas ou erradas para fazer sobre o conteúdo para os alunos? Na verdade não. Entretanto, há algumas que podem instigá-lo a pensar sobre o tema ou até a contestar algo que foi levantado em aula. Tendo em vista que auxiliar o aluno a desenvolver essas outras habilidades é algo definido pela BNCC, fazer a pergunta certa pode fazer a diferença na sala de aula. 

Mas como saber qual é a pergunta certa a ser feita e quando fazê-la? Há alguns questionamentos básicos, que podem ser adaptados para o conteúdo que ajudarão o professor a despertar a habilidade pretendida no estudante. 

Veja algumas delas e exemplos que podem ser usados em sala de aula! 

Saiba mais: Competências Socioemocionais: como trabalhá-las no ensino híbrido!

 

Perguntas para os alunos de acordo com o objetivo

Cabe ao professor encontrar meios de ministrar aulas e estimular os alunos a desenvolverem habilidades. Uma das maneiras de fazer isso é fazendo a pergunta certa e  não importa se o questionamento é simples ou complexo. 

O que deve ser considerado é se ele cumpre a sua missão. Para isso, as perguntas para os alunos podem ser divididas em três categorias, que variam de acordo com o objetivo. São eles:

  • Obter informações;
  • Encorajar a reflexão;
  • Construir compreensão.

Veja exemplos de questionamentos que podem ser feitos aos alunos, para atender a cada um desses objetivos. 

Saiba mais: 11 Boas práticas para aulas a distância!

 

Perguntas para obter informações

  1. Pode resumir? 
  2. O que vem em seguida? 
  3. Quais são os fatos? 
  4. Tem como você descrever para mim?
  5. Que tipo de ideia vem à sua cabeça? 
  6. Alguém identificou uma resposta diferente? 
  7. Como é a fórmula? 

Perguntas para construir a compreensão dos alunos

  1. Como isso é parecido ao vivido hoje? 
  2. Como isso é semelhante ao que ocorreu no passado? 
  3. Teria como explicar de outra maneira? 
  4. Qual é o significado disso? 
  5. A que isso remete? 
  6. O que poderia ser feito para que a situação fosse mudada? 
  7. Qual o significado que isso poderia ter?  
  8. Sobre o que é isso? 
  9. Como você explicaria o ocorrido? 
  10. Qual a sua opinião sobre o que aconteceu? 

Perguntas para encorajar a reflexão dos alunos

  1. Como isso implicará para o todo? 
  2. Que padrão você vê?
  3. Consegue comparar esse fato a algo? 
  4. Qual a relação entre a parte e o todo? 
  5. A quem isso pode interessar caso aconteça?
  6. Essa é a história toda? 
  7. Quais alterações poderiam ser realizadas? 
  8. Se mudarmos algo hoje, o que pode ocorrer? 
  9. Como sabe disso?
  10. O objetivo foi atingido? 

Saiba mais: Gamificação no processo pedagógico!

 

Como as perguntas certas podem ajudar? 

Não importa se o discente decorou a fórmula, mas sim se a aplicabilidade dela é conhecida pelo estudante. É isso que a BNCC quer, que os alunos raciocinem e reflitam sobre o conteúdo abordado em aula, seja ele de matemática ou de qualquer outra disciplina. Afinal, é assim que ele desenvolverá as habilidades necessárias, para se tornar um cidadão preparado. 

Uma das principais maneiras de desenvolver o conhecimento é quando os alunos começam a comparar o que pensam agora, com o que viveram e como estão no momento. Isso faz com que ele pense, discuta o tema mentalmente e até questione ações, ou seja, desenvolva habilidades. 

Para aguçar esse pensamento, é importante fazer a pergunta certa, de acordo com o objetivo. Além disso, para que essa estratégia dê certo, é essencial que o professor consiga contextualizar o tema abordado de acordo com:

  • a cultura;
  • o repertório;
  • o local; 
  • o interesse do estudante. 

Isso faz com que quanto mais o professor souber sobre a situação dos seus discentes, mais próximo da realidade deles ele consiga chegar. Consequentemente, maiores serão os benefícios alcançados ao fazer a pergunta certa para os alunos. 

Saiba mais: Como usar as Metodologias Ativas em benefício da escola!

 

Dicas para criar perguntas claras eficientes

As listas de perguntas acima devem ser adequadas ao contexto da aula e usadas de acordo com a finalidade pretendida. Entretanto, além de fazer o questionamento certo aos alunos, é preciso torná-lo prático e acessível. Para isso, as dicas são cuidados como, por exemplo: 

  • Comece com um pronome interrogativo para chamar a atenção;
  • Limite as perguntas a duas frases para ser melhor entendido;
  • Caso necessário, elabore a pergunta para os alunos e escreva;
  • Pressuponha que os alunos sabem a resposta. Para isso, ao invés de falar “será que alguém se lembra….” diga “quem pode resumir o que aconteceu…”. 

Lembre-se de respeitar sempre a idade dos estudantes, mas nunca deixe de instigá-los. Afinal, ao fazer a pergunta certa aos alunos o professor pode estimular um pensamento diferente e até dar início a um debate em sala de aula, algo importante para desenvolver o senso crítico. 

Por falar em debate, você sabia que essa atividade faz parte da aprendizagem cooperativa? Veja como funciona!

Gostou desse artigo? Pesquise outros temas e tire suas dúvidas no Portal Planneta Educação!

Aproveite e acesse gratuitamente o nossos Materias Educativos Exclusivos!


Portal Planneta Educação

Portal Planneta Educação

Ver artigos

Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter
AVISO DE COOKIES
Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, para permitir o funcionamento adequado deste site, bem como cookies de personalização, análise, publicidade e criação de perfis com base nos hábitos de navegação do usuário. Mais detalhes podem ser acessados em nossa Política de Privacidade.
Continue navegando para aceitar os cookies.
CONTINUAR