O fardo

Como aprender a apreciar as pequenas coisas e transformar os "fardos" em novas oportunidades de viver melhor


Um homem prensado por uma pedra (peso) á sua cabeça, com a cabeça estirada no suporte que o sustenta.

A vida pode ser um fardo se você assim definir...

- Acordar pode ser ruim se você pensar somente que isso significa sair da cama;

- Arrumar a mesa e passar o café é só trabalho se assim você considerar;

- Pegar o ônibus, caminhar ou ir de carro para o trabalho ou para a escola pode ser desagradável e cansativo se seu pensamento for esse;

- Trabalhar é desagradável em muitos sentidos (os colegas, o serviço, o ambiente, o salário...) se somente o dinheiro e a necessidade te levam a esta realização;

- O cachorro ou o gato de estimação são somente despesa ou mais o que fazer se não há sentimento pelo animal;

- Cuidar dos filhos ou estar com o cônjuge também pode ser desagravo e desilusão se esquecemos tudo o que nos levou a eles;

Não abra mão da sua vida, olhe para o que tem de forma diferente, transforme suas experiências ao percebê-las a partir daquilo que tem de bom.

- Acordar é uma benção, significa vida, um novo dia que temos diante de nós;

- O café da manhã é uma oportunidade de saborear tanto o que está diante de nós quanto para compartilhar o espaço com pessoas da família;

- O ônibus, carro ou a caminhada são momentos em que podemos ler, conversar, ouvir música ou simplesmente sentir o ar fresco, a luz do sol, as companhias...

- O trabalho é momento de realização, através do qual você compõe e comunga, pois o que faz não é somente para você, mas para muitas outras pessoas, por isso é preciso trabalhar com o que gosta e sempre procurar fazer o melhor;

- Seu animal de estimação devota a você o que ele tem de melhor, o companheirismo a toda prova, devolva na mesma moeda;

- A família é a grande benção que recebemos nesta vida, o amor é o fator da união, da parceria, da cumplicidade e do carinho. As vezes as coisas não estão bem e é na família que encontramos o abrigo seguro.

Se você está tão cansado que a vida parece um fardo, guarde tempo para si mesmo, respeite seus limites, olhe para os lados e conte com os familiares e amigos, reze e peça forças, faça suas refeições sem pressa, resolva uma coisa de cada vez, saia para tomar um sorvete e leve o cachorro para passear, dê uma volta de bicicleta, vá visitar uma pessoa querida que precisa de você, energize-se!


João Luís de Almeida Machado

João Luís de Almeida Machado

Consultor em Educação e Inovação, Doutor e Mestre em Educação, historiador, pesquisador e escritor.

Ver artigos

Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter