Sete erros capitais a serem evitados na prova do Enem

Veja abaixo os sete pecados capitais que não podem ser cometidos na prova do ENEM


Vários rostos jovens e sorridentes juntos

Nosso objetivo, neste texto, é apresentar algumas dicas para se dar bem no Enem 2012.

É importante como um recurso para subsidiar alunos que se concentram no desenvolvimento de competências e, mais que isso, na aprendizagem livre de decorebas.

Conectados com a realidade, esses alunos são capazes de criar soluções para as chamadas “situação-problema”.

Além disso, alunos do Enem devem perseguir nas respostas das questões e na redação a inserção solidária na realidade, sem intolerância ou afirmações preconceituosas.

Dessa forma, não fique preso a essas dicas, estude muito e peça auxílio ao seu professor!

Então, vamos lá, lembre-se que esses são erros capitais, de “caput”, ou cabeça, pois deles advêm outras falhas e erros que comprometem sua prova:

1. Chegar atrasado: O horário da prova é 13h (horário de Brasília). Os portões fecham nesse horário, mas você deve estar no local no mínimo 1h antes.

2. Ficar preso no trânsito: Os locais de prova do Enem concentram grande número de estudantes. A chance de você ficar preso em um congestionamento é muito grande. Procure visitar o local no dia anterior, consulte um mapa e busque rotas alternativas. Tenha também cuidado ao desembarcar, obedeça à sinalização e use sempre a faixa de pedestres.

3. Esquecer os documentos: Leve sua ficha de inscrição (obtenha a sua no site http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricao/) e um documento de identidade com foto e guarde-os bem, de preferência em um estojo ou bolsa. Não utilize lápis, só é permitido o uso de caneta esferográfica preta de material transparente.

4. Ter pressa em ler os enunciados: Não dê ouvidos a quem te pede para “pular” o enunciado da questão e ir direto à pergunta. O Enem é uma prova para leitores competentes.

5. Não fazer a prova de redação: Muitos alegam cansaço para não a realizar ou fazem de “qualquer jeito”. Essa prova exigirá a produção de um texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo, normalmente com temática social, defendendo uma tese, uma opinião a respeito do tema proposto, fundada em argumentos consistentes e apresentados estruturados de forma coerente e coesa, obedecendo à norma padrão da Língua Portuguesa.

6. Preencher errado a folha de respostas: Você deve entregar a folha de respostas preenchida antes do término da prova. Deixando essa tarefa por último, as chances de erro ou nervosismo são reais.

7. Não fazer a prova toda por má gestão do tempo: A gestão do tempo no Enem é crucial. Se você for disciplinado, já tem um grande diferencial a seu favor. Se demorar muito em algumas questões, você pode usar a tática do “pega-varetas”, ou seja, comece com as mais fáceis e depois vá para as difíceis. O importante é fazer a prova toda.

Claudio Paris é licenciado em Ciências e Biologia e pós-graduado em Educação pela Universidade de São Paulo (USP). É também professor de colégio conveniado ao Ético Sistema de Ensino (www.sejaetico.com.br), da Editora Saraiva, músico e gestor da Nova Geração, comunidade terapêutica que assiste jovens vítimas de exclusão social e drogadição.


Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter