Como fica a BNCC no planejamento de 2021?

Sim, você conseguiu terminar 2020 e fez tudo o que foi possível para atender aos alunos. Agora, é hora de planejar 2021, de acordo com a BNCC.


Como fica a BNCC no planejamento de 2021?

Mesmo com a pandemia de Coronavírus causando uma verdadeira revolução no ambiente escolar, 2020 também foi marcado pela implantação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O documento foi essencial para apoiar o planejamento e a execução do ensino remoto. 

Embora todos tenham trabalhado para colocar a BNCC em prática, é fato que o desenvolvimento e implementação de novos currículos variou muito de acordo com a região. Quanto mais estrutura a escola tem, mais sucesso obteve nesse processo de implementação. 

Mesmo com tantos desafios, 2020 acabou bem. Agora é hora de organizar a escola para o próximo ano letivo e buscar fortalecer a BNCC. Isso é válido tanto para o alinhamento das práticas pedagógicas, quanto para a necessidade de dar continuidade ou começar o processo formativo dos professores e gestores.

 

O que será da BNCC em 2021?

O trabalho das atividades prioritárias deve ser o foco de 2021. No geral, a preocupação do docente é a de recuperar o que foi perdido e tentar atender ao que ficou pendente em 2020. A angústia por completar os conteúdos e, praticamente, ministrar dois anos em um parece ter tomado conta de boa parte dos professores. Entretanto, é preciso calma. 

O planejamento de conteúdo deve levar em consideração o aumento de carga horária, que será adotado em muitas instituições. Entretanto, ao mesmo tempo, é preciso lembrar-se de que o aluno também tem suas limitações. Se o docente começar a transmitir muitas informações, de uma só vez, o discente acabará não conseguindo absorver tudo. O tempo de assimilação não pode ser acelerado. 

Por isso, é preciso ter cautela e estender esse prazo. Pode ser que levem dois anos ou mais para dar conta das defasagens. Ao mesmo tempo, será preciso avaliar o prazo no qual o estudante estará inserido no ambiente escolar.

Quem está nos anos iniciais, do ensino fundamental, por exemplo, tem mais tempo para ter essa recuperação de conteúdo. O mesmo não acontece com estudantes do ensino médio que, em poucos meses, poderão estar fora da escola. Tudo deve ser avaliado, de forma que a BNCC, sem que o tempo do aluno seja esquecido. 

 

Estratégias para o panorama de 2021 

Fazer o planejamento de acordo com a BNCC para 2021 não será tarefa simples. Vai ser preciso considerar diversos fatores, que vão desde o acesso às aulas que os estudantes tiveram em 2020, até o tempo de permanência deles na escola. Por isso, para tirar melhor proveito desse processo, é recomendado:

  • Começar o planejamento fazendo um diagnóstico para identificar quais foram as sequelas deixadas por 2020;
  • Apostar em atividades indicadas para fora do horário escolar, como forma de complementação;
  • Adotar o estudo em duplas, com alunos se apoiando. Para isso, reunir um com mais facilidade de aprendizado, com outro que encontrou mais dificuldade nesse período;
  • Levar a inovação para a sala de aula, pois será uma fase desafiadora também para os estudantes;
  • Trabalhar com os alunos divididos em pequenos grupos, incentivando o trabalho em equipe e, consequentemente, focando no desenvolvimento de habilidades sugeridas na BNCC;
  • Considerar a flexibilização do modelo de trabalho, com adoção de ensino híbrido
  • Se preparar para uma possível necessidade de atuar remotamente por parte do ano;
  • Ter mais de um plano de ação, de modo que a escola consiga transitar pelo ensino presencial, híbrido ou remoto sem maiores dificuldades. 

 

Desafios da gestão escolar em 2021

Além das estratégias em sala de aula, também será preciso ter cuidados especiais no gerenciamento. O ambiente educacional terá que tentar buscar, ainda mais, a aproximação da escola com a família. Além disso, será de sua importância tentar trazer alunos evadidos e os acolher da melhor maneira possível.

Isso, sem contar que vai ser preciso ter uma preocupação, ainda maior, com a saúde emocional de professores, equipe e discentes. Afinal, todas as pessoas levarão os traumas da pandemia consigo e isso terá que ser considerado na rotina educacional. 

Mais do que nunca, ajudar o aluno a desenvolver as habilidades socioemocionais, citadas na BNCC, será importante. Afinal, 2021 será uma mistura de superação, conquistas e, claro, incontáveis desafios, que afetarão não apenas o ambiente educacional, mas a sociedade como um todo. Cabe à escola planejar e considerar as alterações impostas pela pandemia. 

Baixe gratuitamente o eBook Competências Socioemocionais: como trabalhá-las no ensino híbrido!

Está preparado para todos esses desafios de 2021? Veja como usar as metodologias ativas em benefício da escola!

Aproveite todos os nossos Materiais Educativos disponíveis no Portal Planneta Educação!


Portal Planneta Educação

Portal Planneta Educação

Ver artigos

Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter
AVISO DE COOKIES
Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, para permitir o funcionamento adequado deste site, bem como cookies de personalização, análise, publicidade e criação de perfis com base nos hábitos de navegação do usuário. Mais detalhes podem ser acessados em nossa Política de Privacidade.
Continue navegando para aceitar os cookies.
CONTINUAR