Dicas para avaliação no ensino a distância

As aulas agora são online e você ainda não sabe como fazer a avaliação? Veja dicas de como proceder nesse momento de quarentena!


Mãe e filho fazendo anotações em um caderno com um notebook ao lado

Os professores estão aprendendo a realizar aulas online, enquanto os alunos tentando adquirir conhecimento a distância. Devido à pandemia, tudo mudou e a maneira de ensinar foi completamente alterada. E agora, como realizar uma avaliação tendo conhecimento de tudo isso? 

Todo mundo sabe que professores, alunos e até os pais estão tentando fazer o possível para não prejudicar o rendimento dos estudantes. Contudo, como é uma situação nova, é claro que o aprendizado não será igual, pelo menos no período de adaptação. 

Dessa forma, a maneira de realizar uma avaliação também precisará ser diferente. Veja dicas e inove, ainda mais, durante a quarentena! 

Avaliação não é só prova

A lista de questões para o aluno responder não é a única e nem a principal maneira de avaliar um estudante em um curso a distância. Afinal, avaliação vai muito além disso. Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, o docente deve avaliar o rendimento escolar ao analisar o desempenho do aluno como um todo e será isso que precisará ser feito durante esse período.

Lembre-se de que os aspectos qualitativos devem prevalecer sobre os quantitativos e dos resultados sobre uma grande prova. Assim, a nota atribuída ao estudante deve ser abrangente e levar em conta não apenas a questão que ele acertou na prova, mas todo o seu empenho e desenvolvimento. É preciso abranger todo o ciclo de aprendizagem.

Varie a maneira como avalia os estudantes

Na educação a distância, é indicado oferecer várias formas do aluno mostrar o que sabe. Assim, a avaliação terá como base diversos pequenos acompanhamentos pontuais que resultarão na prova final. 

Varie as possibilidades de avaliação que você fará durante o semestre ou bimestre. Faça um planejamento, usando diversos instrumentos, para conseguir ter uma visão mais abrangente. Você pode, por exemplo, realizar: 

Provas objetivas;
Provas discursivas;
Provas orais;
Avaliação de seminário;
Avaliação de trabalho;
Prova com consulta;
Desenvolvimento de projeto;
Resultado conquistado em um jogo, entre outros. 

Claro que, tudo isso, vai depender da idade dos alunos, da disciplina que você ministra e das ferramentas que o docente e o discente têm nas mãos. Seja como for, será preciso mapear o conhecimento conquistado de diversas maneiras. 

Alternativas de avaliação

Em épocas de pandemia e de adaptação, mais do que nunca, a sua criatividade vai precisar funcionar. Desde a hora de improvisar um local dentro de casa, para ministrar aulas online, até o momento de fazer a avaliação. Confira algumas dicas que você poderá aplicar! 

Educação Infantil

Peça que elas façam um desenho sobre determinado tema;
Envie desenhos e atividades, como ligue os pontos, impressos, para casa delas, e confira os resultados;
Peça que conversem com as pessoas que moram na mesma casa e descubram qual música elas gostam e, depois disso, contem para os coleguinhas.

Ensino Fundamental – Anos Iniciais

Peça que os alunos escrevam um resumo sobre a parte da disciplina que mais gostaram;
Forneça um jogo educacional e veja como cada um deles se sai;
Dê enigmas, envolvendo a matéria, para que solucionem online e em dupla;
Formate um quiz, com questões sobre o conteúdo, e peça para que eles participem.

Ensino Fundamental – Anos Finais

Mostre uma música e peça para que eles pesquisem a relação dela com a disciplina;
Deixe enigmas sobre a matéria, para serem desvendados;
Realize avaliação online, caso julgue necessário;
Ofereça textos para que eles leiam e comentem, com suas palavras, o que entenderam. 

Ensino Médio e Pré-vestibular

Peça que gravem um vídeo falando sobre determinado tópico da disciplina;
Faça simulados para o Enem ou vestibulares online;
Faça provas de múltipla escolha, para ajudar o estudante a treinar para o Enem e, ao mesmo tempo, fazer a sua avaliação;
Dê tarefas para serem entregues na próxima aula e avalie quem realmente as fez;
Abra fóruns de discussão e avalie a participação dos alunos;
Indique livros ou textos para a leitura, peça que façam uma pesquisa sobre o tema e entreguem como um trabalho online. 

Seja como for, na hora de fazer a avaliação, leve em conta o perfil dos alunos. Às vezes, alguns deles podem não estar participando ou participando menos por terem dificuldade de acessar a internet. Tudo isso deve ser relevado, para não prejudicar os estudantes. 

Preparado (a) para realizar a avaliação? Como está a sua produtividade durante o isolamento social? Confira dicas para o professor ser produtivo durante a quarentena!


Portal Planneta Educação

Portal Planneta Educação

Ver artigos

Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter