Como organizar uma rotina de estudo para os filhos?

Ter uma rotina de estudo durante o ensino remoto, não é fácil. Veja dicas para ajudar e incentivar o seu filho!


Como organizar uma rotina de estudo para os filhos?

A rotina de estudo das crianças mudou muito nos últimos meses. Com a adoção das aulas remotas, que se fizeram necessárias devido à pandemia do coronavírus, o acompanhamento de conteúdo passou a exigir ainda mais dedicação do estudante.

Claro que para que isso aconteça, a família toda deve participar. Afinal, as crianças não estão prontas para estabelecer e seguir um cronograma sozinhas. Além disso, é comum que os alunos acabem se distraindo mais dentro de casa. Afinal, no horário das aulas eles também têm acesso, por exemplo, a TV e redes sociais. 

Isso, sem contar a ansiedade e insegurança que fazem parte desse período. Assim, cabe aos familiares ajudarem nessa transição. Veja dicas de como ajudar na organização de uma rotina de estudo dentro de casa! 

Saiba mais: 6 dicas para desenvolver e estimular a autonomia dos alunos!

 

Dicas para estabelecer uma rotina de estudo para os filhos

Com alguns cuidados simples a rotina de estudo pode ficar mais eficiente. Veja dicas e aplique-as! 

 

Separe um local adequado

Realmente é difícil transformar a casa em home office para os pais e em uma segunda escola para os filhos. Entretanto, parte importante de ter uma rotina de estudo é oferecer um ambiente adequado para o estudante.

Basta um pequeno espaço, com uma cadeira e uma mesa, para que o estudante possa se organizar. Um cantinho da sala ou do quarto é suficiente para que a criança coloque as apostilas, livros e, quando necessário, acesse a internet. 

Saiba mais: 11 Boas práticas para aulas a distância!

 

Tenha um cronograma

Embora as aulas presenciais não estejam acontecendo, é preciso ter horário. Por isso, para ajudar o aluno a criar uma rotina de estudo, é necessário montar um cronograma com horários regulares. 

Além do horário das aulas on-line, que devem ser definidos pela escola, reserve mais três horas de estudo diariamente. Isso servirá tanto para fazer atividades, quanto para leitura de livros, por exemplo. 

Mas, ao mesmo tempo que é importante ter uma rotina de estudo, é preciso ser um pouco flexível. Há dias nos quais será mais difícil se dedicar tantas horas e isso precisa ser compreendido. Além disso, o estudante precisa ter tempo para lazer. 

Saiba mais: Ensino Híbrido: necessidade no mundo pós-pandemia!

 

Seja um ponto de apoio

É claro que a família não irá ocupar o lugar do professor no período de ensino remoto. Ninguém espera que isso aconteça. Entretanto, é preciso que o responsável pelo aluno se mostre presente para o aluno. Além disso, mantenha contato com a escola e colabore para o ensino remoto da melhor forma que puder.

Saiba mais: Como melhorar a comunicação entre família e escola!

 

Faça da tecnologia uma aliada

Por mais que o uso excessivo de telas não seja bom, principalmente quando o estudante é uma criança, é fato que o momento é diferente. Com a pandemia do coronavírus, a tecnologia acaba sendo uma aliada na hora de estudar.

Afinal, é graças a ela que o aluno tem acesso às aulas. Além disso, o mundo virtual se tornou a principal fonte de pesquisas, o que é importante para o aprendizado. Por fim, é válido ressaltar que até mesmo para assistir a filmes e documentários, referentes ao conteúdo escolar, a tecnologia pode ajudar. Assim, ela deve fazer parte da rotina de estudo.  

Saiba mais: Por que investir em tecnologia na educação após a pandemia?

 

Incentive o contato com colegas

O ambiente escolar é muito mais do que a transmissão de conteúdo. Ele é importante também para a socialização. E mesmo que os alunos não se queixem, eles sentem falta disso enquanto estão distantes.

Por isso, considere colocar o diálogo com colegas de classe dentre as atividades diárias. Claro que é possível que ele não use o tempo para falar sobre o estudo. Mas a interação pode colaborar para a motivação. Incentive! 

Saiba mais: Competências Socioemocionais: como trabalhá-las no ensino híbrido!

 

Desperte a curiosidade

Nas horas de diversão, em casa, incentive a busca por conhecimento. É possível, por exemplo, visitar a museus virtualmente. Também pode escolher um filme interessante, que se encaixe no assunto estudado. Isso poderá aguçar a curiosidade do estudante.

Além disso, brincadeiras com o que foi aprendido, bem como uma música sobre o tema podem ajudar. Seja criativo e incentive a busca por informações. 

Saiba mais: Gamificação no processo pedagógico!

 

Reconheça os bons resultados

Você sabe que a rotina não está fácil nem para você, quem dirá para uma criança ou adolescente. Por isso, é preciso se preocupar sempre em motivá-la. Uma das maneiras é reconhecendo o empenho do aluno e as boas notas que ele possa vir tirar. Parabenize, pois isso servirá de estímulo para que ele siga se esforçando.  

Além de organizar uma rotina de estudo, é preciso incentivar o estudante a ler. Veja dicas de como fazer isso durante o ensino híbrido!

Gostou das dicas? Pesquise outros temas e tire suas dúvidas no Portal Planneta Educação!

Aproveite e acesse gratuitamente o nossos Materias Educativos Exclusivos!


Portal Planneta Educação

Portal Planneta Educação

Ver artigos

Avalie esse artigo


Assine nossa Newsletter
AVISO DE COOKIES
Utilizamos cookies, próprios e de terceiros, para permitir o funcionamento adequado deste site, bem como cookies de personalização, análise, publicidade e criação de perfis com base nos hábitos de navegação do usuário. Mais detalhes podem ser acessados em nossa Política de Privacidade.
Continue navegando para aceitar os cookies.
CONTINUAR